canadadiario de viagemdicas de viagemroteiro de viagemRoteirosviagens

3 Dias em Montreal – Roteiro, Restaurantes e Muito Mais!

05 jun, 2019 / por / 0 comentários

Esse mês de Maio foi uma correria por aqui mas felizmente consegui um tempinho para visitar Montreal, essa cidade encantadora no Canadá a convite do HI Montreal, parte da rede Hostelling International Canada que tem mais de 50 unidades no Canadá. Nossos 3 dias por lá foram super produtivos e conhecemos todos os lugares mais populares como aqueles que só os locais conhecem. E hoje venho compartilhar um pouco desta cidade com vocês, espero que gostem! Eu deixei tudo salvo nos destaques no meu perfil lá no instagram, então aproveita e deixa um bonjour pra mim por lá, vou adorar saber que as dicas vão ser úteis para a sua viagem também! Agora chega de papo e vamos ao que interessa: Afinal, o que fazer em Montreal em 3 dias? Roteiro para 3 dias Montreal e muito mais:

 

Como chegar

Montreal fica muito perto de Nova York se você for de avião. Na ida levei cerca de uma hora e 20 minutos e na volta uma hora. É muito rápido e voei pela Air Canada.  Com antecedência e em baixa temporada você consegue facilmente passagens por menos de U$200 ida e volta. Mas você pode ir de carro também, daqui de Nova York leva cerca de 6 a 7 horas dirigindo. Ou se preferir, tem opções de ônibus e trem.

 

Idioma em Montreal

Muita gente me enviou directs perguntando sobre isso. Bom, o idioma oficial de Montreal é o francês e eles tentam manter o francês vivo em qualquer lugar que você vá, caso você  não fale a língua, eles mudam e passam a falar o inglês com você, sem problema. Porém, por ser uma cidade onde o inglês é a segunda língua, que eles aprendem desde pequenos e com uma mistura de povos muito grande, é normal você ouvir muito inglês também. Mas geralmente entre eles, eles falam apenas francês.

 

Onde nos hospedamos

Fiquei hospedada no HI Montreal. O que eu amo dessa rede é que além de economizar, tem toda a infraestrutura e sistema de qualidade em qualquer lugar do mundo.  A maioria dos hostels tem café da manhã incluído, atividades e passeios para os hóspedes e funcionários muito gente boa. Nessa viagem eu fiquei em quarto privativo, com uma cama queen, banheiro no quarto, uma mesa e até TV. Mas já fiquei em quarto compartilhado também com outras meninas, minha mãe ou mesmo meu marido e sempre tive experiências bacanas.

Em qual região me hospedei

Eu fiquei hospedada em Downtown Montreal, que é bem perto de tudo e ficava a menos de dois quarteirões do metrô e de várias linhas de ônibus. De lá dava pra ir andando até Old Montreal também, caso eu não quisesse ir de metrô ou ônibus.

 

 

 

Visto

Eu sou cidadã Brasileira mas residente permanente dos EUA pois  possuo o Green card, então também só precisei pagar pelo ETA, que custa U$7 e você aplica online, é bem simples. O site é este AQUI. Após terminar de aplicar, você recebe um email de confirmação de aprovação ou não e pronto. Ele fica linkado ao seu passaporte, mas você pode levar uma cópia se desejar do e-mail de aprovação.

 

Quantos dias ficar em Montreal

Eu acredito que se você for só para conhecer a cidade, 2, 3 ou 4 dias são suficiente para visitar os principais pontos, depende do seu ritmo. Caso você ame museus e queira ver todos ou os mais famosos e com mais calma, daí pelo menos 3 seriam o ideal. Mas com um roteiro mais organizado, muita gente conhece os principais pontos da cidade em um final de semana.

 

Locomoção

Montreal é uma cidade grande relativamente pequena, então apesar de ter metrô, dá pra fazer muita coisa a pé. Mas nós usamos ônibus e metrô algumas vezes. O metrô custa $3,25 por passagem, $10 por dia ou $19 por três dias, que foi o que usamos e serve também para o ônibus. Uber também funciona super bem, mas não precisamos pegar.

 

 

O que fazer em Montreal

Todos os nossos tours pela cidade foram feitos com a HI Montreal, o hostel oferece tours guiados todos os dias, geralmente são walking tours mas você vai pegar metrô ou ônibus para alguns lugares e fizemos até tour de bicicleta, que custou o aluguel diário de 25 dólares canadenses. Para quem não é hóspede, é mais caro, cerca de 40 dólares para alugar.

 

Primeiro dia

No primeiro dia de tour com o HI Montreal andamos muito pois fizemos dois tours em um só dia e exploramos as vizinhanças mais descoladas de Montreal: Mile End, Plateau  Mont-Royal e um pouco da Little Italy.

Começamos o dia no Jean Talon Market, um dos maiores mercados públicos abertos da América do Norte. Por lá você encontra produtores locais que vendem deste Maple Syrup até pizza e flores! Fomos bem cedo e estava vazio, mas costuma ficar muito movimentado aos finais de semana.

De lá seguimos para explorar mais das ruas de Little Italy e paramos para provar os famosos cannolis do Alati Caseria, eles vendem outros tipos de doces típicos italianos, mas os cannolis são uma delícia e são bem fresquinhos. Tem alguma mesas pra sentar do lado de fora.

Depois seguimos pra The Mile End, o bairro mais descolado da cidade, com várias galerias, livrarias, coffee shops, brechós e boutiques. São ruas tranquilas mas cheias  de personalidade, vale a pena explorar com calma e observar a vida local.

No almoço fizemos um picnic no Laurier Park, um parque bem típico da cidade, onde os moradores frequentam para curtir com os amigos, ler, passear os cachorros, etc… De comida fomos com o tradicional e outras variações de poutine, bagel de Montreal do Fairmount e carne defumada do Schwartz, que eu listei na dica de restaurantes.

De lá seguimos para Saint Laurent Bulevard, famosa por seus graffitis e arte urbana. É uma rua bem movimentada. Por lá acontece também um festival de grafite todos os anos. Eles não ficam todos em uma região, tem arte por todos os cantos e nas ruas mais inusitadas.

De lá fomos para o EVA-B, um dos brechós mais populares da cidade e você vai entender o por quê ao entrar! Se quiser ver mais, deixei salvo nos destaques do meu instagram como Montreal.

O dia foi bem intenso, com muita informação e andanças, então recomendo sapatos confortáveis! Passamos também pela biblioteca pública da cidade e pela Gay Village, bem legal! As ruas de Montreal são uma graça também, tirei várias fotos das casas, linda a arquitetura delas!

 

SEGUNDO DIA

Hoje o dia foi muito produtivo também, tomamos café no Crew (mais infos sobre todos os restaurantes abaixo), passeamos pelo centro e alugamos uma bicicleta com o tour da HI Motreal. Então se você tem dúvidas sobre o que fazer em Montreal e quer algo que vá além do óbvio, estes tours são pra você!

De lá pedalamos pelo antigo porto e pelo canal Lachine, descobrindo mais da arquitetura, história, vizinhanças novas e até um beer garden! Passamos também pelo Parc de Dieppe viewpoint e pelo icônico Habitat 67, que vale a pena ser visto de longe e de perto.

Almoçamos no Atwater Market, especializado em flores de todos os tipos, mas você encontra de tudo um pouco por lá, inclusive muita comida boa! Falei mais dele nas dicas de restaurantes.

Após entregarmos as bicicletas, passeamos um pouco por Old Montreal, minha região favorita da cidade! Alguns pontos para visita na região: Notre Dame Basilica, City Hall, Old Port, Rue Saint Paul, Rue Bonsecours, Place d’Youville e Place Jacques-Cartier. 

 

Terceiro dia

Uma visita a Montreal não estaria completa sem conhecer o Mont Royal Park e sua vista linda para a cidade. Eu já tinha ido no inverno e ambas as vezes valeram muito a pena!

Obrigada HI Montreal pelo tour!

Pra chegar lá você pode ir de ônibus mas pra quem tem muita disposição, dá pra ir andando. Quase no topo você tem a opção de subir pelas escadas, exercício bom pra queimar todo o poutine consumido na viagem haha.

Antes disso passamos pelo Oratório de São José, uma das surpresas da viagem. Do topo você tem uma vista linda da cidade mas o lugar  é muito mais do que isso. Ele foi construído em homenagem a São José e vários milagres acreditasse terem sido concedidos lá por St. André, que se acreditava ter poderes de cura . O coração de André está guardado lá assim como sua tumba e muitos fiéis visitam o local para agradecer e fazer suas orações.

Foi muito interessante ver de perto a fé das pessoas que fazem peregrinação até lá, a história por trás e um monumento tão vivo mesmo depois de grande parte da população ter abolido o cristianismo e transformado algumas igrejas em outros fins. De lá fomos almoçar no Lloydie’s, muito gostoso e pertinho do hostel! E se você achou que acabou, não! Ainda tive pique para ir bater perna pela Sainte Catherine, uma das ruas mais legais da cidade, onde você encontra lojas famosas, shoppings, lojas de souvenirs, restaurantes, etc…

 

Restaurantes da viagem

Comida é uma parte muito importante da vida social em Montreal e eles se orgulham bastante da culinária variada que se encontra por lá, mesmo não sendo uma mega metrópole, tem muitos, mas muitos restaurantes novos sempre e muitos cafés bacanas por todas as partes! Vou compartilhar alguns que fomos com o time da HI Montreal, que montou um roteiro perfeito pra gente conhecer a cidade ao máximo nestes 3 dias.

Fairmount Bagel: Considerado o primeiro lugar a trazer bagel para Montreal, mas o seu concorrente, do outro lado da rua, diz a mesma coisa. O jeito é comprar dos dois e descobrir por si só qual o melhor. End: 74 Avenue Fairmount O, Montréal, QC H2T 2M2

Café Olympico: Um ícone da cidade, ele foi o primeiro café a instalar uma TV para as pessoas assistirem jogos e afins. É um clássico que atrai jovens e adultos para um café da tarde descontraído.End: 124 Rue Saint Viateur O, Montréal, QC H2T 2L1

Chez Schwarts: A carne defumada daqui é um sucesso tão grande que Celine Dion é parte proprietária do estabelecimento. Você pode esperar na fila para comprar o sanduíche ou pelo o que nossa guia nos disse, você pode ir na loja original ao lado também e pegar para levar ou mesmo para comer  no local, tem um espaço no fundo, coisa que os turistas não sabem e acabam ficando na fila. End: 3895 St Laurent Blvd, Montreal, QC H2W 1X9

Café Pigeon: The Worlds Worst Coffee! Sim, é assim que eles se divulgam, como o pior café do mundo. O que obviamente não é verdade, mas chama a atenção. O Café é pequeno, mas tem alguns bancos do lado de fora. Se estiver na região, fica a dica. Tinha uma opção vegana de brownie e várias de leite vegetal. End: 1392 Boulevard de Maisonneuve O, Montréal, QC H3G 2E4

Crew: Um dos cafés mais legais, pois fica dentro do que um dia foi o Royal Bank of Canada. Me lembrou muito a Grand Central aqui em Nova York. No andar inferior tem também um night club, meio que uma balada, não fomos mas dizem que é uma experiência bacana. Eles servem várias opções veganas também, o que foi ótimo pra mim, claro! End: 360 St Jacques St, Montreal, QC H2Y 2N1

Marche Atwater: Fomos neste mercado quando fizemos o tour de bicicleta com o HI Montreal, então foi uma ótima parada para recuperar as energias. Por lá você encontra vários vendedores diferentes, mas optei por comida vietnamita, que eu amo! Mas tem de tudo um pouco. End: 138 Atwater Ave, Montreal, QC H4C 2H6

LOV: Este é um dos restaurantes mais lindos que já fui. O menu é plant-based e tudo era bem gostoso! Pedimos dumpling frito, um bolinho de arroz e mac and cheese pra dividir e eu pedi lasanha como prato principal e de sobremesa, cream brulé que fazia anos que eu não comia e amei! End: 464, rue McGill, Montréal, H2Y 2Y2  OR 1232, rue de la Montagne, Montréal, H3G 1Z1

Satay Brothers: Nossa guia Gab ama esse lugar, por isso ela fez questão de nos levar. Eles servem comida típica da Singapura, o que foi bem legal, pois é um destino que está há anos na minha lista e adorei ter um gostinho do que vou ver por lá! O ambiente é bem legal, animado e descontraído, valeu muito a pena! End: 3721 Notre-Dame St W, Montreal, QC H4C 1P8

Escondito: Chegamos em Montreal e fomos logo jantar no Escondito. Pra fazer um happy hour bem animado, nada melhor que restaurante mexicano e menu degustação! Comemos MUITO e as meninas pediram os famosos drinks mexicanos com uma boa dose de México: vai até jalapeño no copo haha! Endereço: 1206 Union Ave, Montreal, QC H3B 3A7

 

O nosso albergue nessa viagem

O HI Montreal foi sem dúvida responsável em todos os sentidos para nossa experiência em Montreal ter sido tão legal! Se  você estiver indo para Montreal sozinho ou acompanhado, recomendo muito ficar hospedado por lá. A estrutura do hostel segue o padrão de qualidade da Hostelling International, que tem hostels em todo o mundo! O HI Montreal fica no endereço:  1030 Mackay St, Montreal, QC H3G 2H1

 

 

  • Post patrocinado pela HI Montreal mas todas as opiniões são minhas.




Veja também esses relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário