au pairAu Pair programintercâmbiointercambio nos estados unidos

Como ser Au Pair nos Estados Unidos? Saiba mais sobre o programa e a Minha experiência!

23 jul, 2018 / por / 0 comentários

Sério, que saudades da minha época de Au Pair! Pra quem me acompanha há mais tempo não é novidade que eu me mudei para os EUA em 2007 através do programa Au Pair, um intercâmbio incrível e super acessível e que obviamente mudou a minha vida e muda a de todo mundo que o faz! Vou compartilhar um pouco dele e da minha experiência com vocês neste post mas se quiser acompanhar mais da minha vida atual pós- Au Pair e  dicas daqui de Nova York, meu instagram é @marthasachser   e meu  grupo de NY no Facebook é este AQUI! E não deixe de se inscrever no meu canal no YouTube  AQUI!  Por lá eu conto mais sobre a minha vida de Au Pair e outras dicas importantes sobre o intercâmbio! 

 

O que é o programa Au Pair?

O programa Au Pair,  é um intercâmbio  cultural (e de trabalho) aprovado pelo governo Americano e que permite morar no país legalmente por 1 ou 2 anos com uma família hospedeira, estudando, trabalhando e recebendo um salário semanal em dólar.  Ou seja, uma oportunidade única pra quem quer ter verdadeira imersão na cultura americana, aprender inglês e se aventurar sem gastar muito. O programa existe em outros países também , basta consultar uma das agencias mencionadas abaixo.

 

benefícios do programa:

-Acomodação com refeições por pelo menos um ano na casa da sua host family
-Salário semanal de USD 195,75
-Bolsa de Estudos de até US$500
-Duas semanas de férias remuneradas e 1 dia e meio de folga por semana, além de um final de semana inteiro por mês.
-Cobertura de seguro saúde
-Opção de viajar  ou ficar 30 dias pelos EUA ao final do Programa
-Documento DS2019 para obtenção de visto
– Treinamento de 3-4 dias com outras Au Pairs antes do encontro com a família
-Segurança garantida pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos – visto específico para o programa
-Encontros mensais com a sua coordenadora local e outras Au Pairs que moram na sua região
-Oportunidade de extensão do programa por mais 6, 9 ou 12 meses

  • Au Pair pra mim: Um intercâmbio cultural e de trabalho, que me proporcionou aprender inglês, amadurecer, abriu minha mente, me permitiu viajar e fazer as melhores amizades que eu poderia ter!

 

 

Pré- requisitos para ser Au pair:

– Ter entre 18 e 26 anos (algumas agências aceitam homens também)
– Ser solteira e sem filhos;
– Conhecimento intermediário de inglês;
– Gostar de crianças (muito importante!!)
– Ter pelo menos 200 horas de experiência comprovada com crianças nos últimos 3 anos; (fácil de conseguir, eu expliquei no vídeo no canal como eu fiz. Clique AQUI para assistir)
– Ter concluído o Ensino Médio;
– Carteira de motorista.

 

Minha experiência como Au Pair:

Eu fui Au Pair aqui nos EUA em 2007 e 2008 e compartilhei um pouco da minha experiência em vários vídeos no canal. Clique AQUI ou na foto abaixo para assistir!

 

Quanto custa o intercâmbio completo para um ano nos EUA?

Acredito que o Au pair é o programa de intercâmbio cultural e trabalho mais acessível que existe. Tirando os seus gastos pessoais com emissão de passaporte, visto, carteira de motorista internacional, visitas médicas (caso você procure um profissional particular) entre outras coisas, o valor que as agências costumam cobrar é inferior a R$4.000 para um ano nos EUA. Neste valor está incluído a sua passagem de ida e volta, seguro médico básico e seu treinamento antes de ir para a casa da família anfitriã. Lembrando que este valor não é pago todo de uma vez, confira na agência desejada qual a forma de pagamento oferecida.

 

Quais são as agências de intercâmbio no Brasil que oferecem o programa AU Pair?

As agências do Brasil são a ponte entre a futura Au Pair e a agência matriz aqui nos EUA. Ou seja, você vai vir para os EUA pela World Study por exemplo, mas a sua agência de Au Pair aqui será a Au Pair Care (um exemplo). Várias agências oferecem o programa no Brasil mas algumas das mais conhecidas são a Cultural Care, ExperimentoWorld Study e  STB.

 

Eu não moro perto de uma agência de intercâmbio, como posso receber mais informação?

Você encontra absolutamente tudo pesquisando online nos sites das agências e entrando em contato eles explicam tudo como funciona para você se cadastrar mesmo não morando em uma das cidades onde a agência se encontre.  Dá pra fazer muita coisa do processo por telefone também! Algumas agências oferecem até palestras informativas  bem legais (saiba mais AQUI!)  que é uma oportunidade bacana de conhecer mais sobre o programa de maneira interativa e ainda levar seus pais para terem uma idéia melhor de onde a filha deles quer se aventurar.

 

Quais as minhas responsabilidades como Au Pair?

Apesar de ser visto como intercâmbio cultural, o programa Au Pair é um intercâmbio de trabalho. Sim, você vai cuidar de crianças! Legal, né? É mais ou menos como ser a irmã mais velha, mas com algumas obrigações estipuladas de maneira profissional!  A escolha da família é feita por você,  então não se preocupe, ninguém vai te mandar pra cuidar de um recém nascido se você não  tem nenhuma experiência ou jeito pra isso.  As suas responsabilidades são basicamente cuidar das necessidades das crianças, garantindo sua segurança, além de  brincar, alimentar, levar para atividades e cuidar da parte de limpeza relacionada somente a criança. Saiba mais  dos seus deveres e limites AQUI! Você vai trabalhar não  mais do que 45 horas por semana (ou não mais do que 10 horas por dia) em uma rotina que a família estabelece seguindo essa regra. Muitas meninas trabalham de segunda a sexta, 9 horas por dia e tem os finais de semana livres ( *perfeito*). Outras tem horários muito diferentes e seguem uma rotina com horários mais picados ou trabalham também aos finais de semana. Não recomendo! Falei mais sobre isso AQUI! Cabe a você ver qual rotina se encaixaria mais as suas necessidades e sentir se a família vai ser uma opção bacana pra você passar um ano da sua vida.

 

Como eu escolho a família?

Uma vez que você entrega o application preenchido de volta pra agência com os pré-requisitos e parte do programa pago, você ficará online no sistema da agência e logo as famílias poderão ter acesso ao seu perfil. Desta maneira verão se você seria um bom match pra eles e entrarão em contato! Essa fase geralmente é de muita ansiedade, porque estamos loucas para embarcar mas ao mesmo tempo queremos escolher a melhor família pro nosso ano! Fale com elas pelo Skype o máximo que puder e faça muitas perguntas  pra ter certeza de que está fazendo a escolha mais certa pra você! Quando ambas as partes decidem “fechar  negócio” o que eles chamam de ter o “match”,  a agência auxilia em tudo pra você dar entrada no visto americano de Au Pair (J1).

 

Dicas para escolher bem a família?

Falei mais sobre como evitar famílias que possam vir a dar problema por coisas simples neste vídeo AQUI!

 

Vou precisar dirigir? Terei meu próprio carro?

Provavelmente sim! Carro nos Estados Unidos não é luxo, é quase uma necessidade básica. A maioria das famílias mora em subúrbios onde é tudo muito longe e carro se faz necessário.  Se você ainda não tem carteira e quer vir, comece a se programar! Eu tive que tirar carteira pro programa mesmo, porque nunca soube dirigir e tinha pânico só em pensar! Fui muito mal na prova prática e só passei na terceira tentativa!

Mas viu? Se eu consegui você também consegue! Os carros aqui costumam ser automáticos (basicamente só  freiar/acelerar, nem lembro o que é trocar de marcha haha) então toda aquela chatice de “rampa de frente, rampa de ré” que você passou horas e horas aprendendo a fazer com controle de embreagem você pode esquecer, a coisa aqui é bem mais fácil (e plana!!)! Outra coisa!! A família é obrigada a garantir de alguma forma sua ida aos cursos que você fará  durante o ano e a gasolina gasta para o curso eles também bancam. Já a gasolina para uso pessoal costuma ser por sua conta!

 

Mas e se der errado com a familia?

Toda Au Pair tem uma coordenadora local que vai intermediar na relação da família com a Au Pair. Ou seja, qualquer problema que a Au Pair tenha, pode entrar em contato com a coordenadora. Caso seja um problema que não possa ser solucionado, a coordenadora e ambas as partes optam por um rematch, que seria fazer o match com uma outra família. É um processo as vezes chato, porque teoricamente você tem apenas duas semanas para encontrar e fechar com outra família, mas conheço poucas meninas que acabaram voltando pra casa porque não encontraram outra host family disponível. Mas acontece. Por isso é importante vir com uma agência que tenha mais famílias no sistema, faz o processo de rematch mais fácil!

 

Dá pra ficar aqui depois do programa legalmente?

Até onde eu sei, uma vez que você está nos Estados Unidos você pode aplicar para troca de estatus do seu visto, como mudar o seu visto de trabalho de Au Pair (J1) para o de turista ou estudante. Ambos tem suas limitações,  mas são a maneira mais comum de extender sua estadia  na terra do tio Sam legalmente! Eu contei um pouco mais sobre troca para visto de estudante neste vídeo AQUI e neste post AQUI!

 

Ainda tenho muuuitas dúvidas!

Ótimo! O programa de Au Pair é bem simples e direto mas vira e mexe brotam perguntas que deixam até as mais experientes confusas. Vários sites de agências de intercâmbio tem sessões dedicadas a perguntas, não deixe de pesquisar! Pode também deixar suas perguntas no comentário abaixo que terei o maior prazer em responder pra vocês!  E pesquise, pesquise, pesquise! Assista vídeos no YouTube, entre nos grupos do Facebook, vá nas agências, use e abuse do nosso amigo Google e se jogue nesta jornada, só você tem a capacidade de fazer deste o melhor ano da sua vida, vai ser incrível!

Para dicas daqui de Nova York, meu instagram é @marthasachser   e meu  grupo de NY no Facebook é este AQUI! E não deixe de se inscrever no meu canal no YouTube  AQUI! 

 

Veja também esses relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário