casando em nova yorkensaio fotográfico em nova iorqueEnsaios Fotográficosfotografiafotografo brasileiro em nova yorksessão fotográfica em nova york

Casando em Nova York! (Ou casando em qualquer outro lugar!)

20 maio, 2014 / por / 0 comentários

Hoje vim compartilhar um pouquinho da minha experiência como fotógrafa aqui em Nova York! 

Casar em Nova York. Parece loucura, né? Mas saiba que todos os dias, casais de  todos os cantos do mundo se aventuram  e vem realizar este sonho de se casar em uma da cidades mais incríveis que conheço!   Nop, nop, não estou falando de Las Vegas, mas sim de Nova York! Uns vem sozinhos, outros trazem família e amigos.  Tantos lugares lindos para explorar junto com quem se ama que não é de se estranhar que tenha se tornado um dos principais destinos para casais. Esta vai ser a primeira de uma série de posts que vou escrever sobre o assunto, vou conversar com profissionais da área (Brasileiros) que vão ajudar quem quer se casar por aqui ou se preparar para o casamento no Brasil com dicas de como comprar os melhores vestidos, acessórios, os melhores guias de compras,  etc… 
A dica de hoje é sobre como escolher o fotógrafo para o seu casamento ou ensaio fotográfico, copiei de um post que escrevi pro meu blog de fotografia (www.marthasachserphotography.zenfolio.com/blog) mas tá valendo, né? Espero que gostem!

Hoje decidi escrever sobre a importância de saber escolher o seu fotógrafo ideal. Uma das coisas que muitas amigas que estão casando lá no Brasil ( e eu aqui…)me perguntam é sobre o processo de escolha do fotógrafo de casamento . Me perguntam se o que estão olhando “é bom, se está justo o preço, se é assim mesmo, se não é…”. Na minha opinião, não existe um jeito certo ou errado ou um fotógrafo bom ou ruim. Conheço fotógrafos que cobram 2 mil dólares e conheço fotógrafos que cobram 15.000 dólares. Sim! Isso não quer dizer que o de 15.000 é o ‘melhor’ dos dois e nem que o de 2 mil seja pior. Existem outros fatores- além do custo benefício- na escolha do seu profissional e encontrar a opção ideal pra VOCÊ, requer pesquisa. 
E para conhecer mais do meu trabalho de fotografia, sinta-se convidado a  visitar meu site e blog 🙂  
Link —->www.marthasachserphotography.com 
Então vamos lá! 

CUSTO: Várias pessoas comentam que se arrependem de terem escolhido um fotógrafo pelo preço, para economizar. Tinha aquele que eles amaram mas não podiam pagar e acabaram fechando com um que não era o que queriam, mas era o que podiam pagar. Não acredito que o preço faça o profissional, mas não deixe o preço ser o fator decisivo na SUA escolha. Fotografia é e sempre será um investimento valioso pra toda a vida. De todas as coisas que você vai levar do seu casamento, com certeza as imagens capturadas artísticamente são uma das coisas mais importantes (se não for a mais importante!)! Se você gostou muito de um fotógrafo mas não pode pagar, converse com ele para saber como é feito o pagamento, as vezes vocês podem fazer algo funcionar a seu favor 🙂

PROFISSIONALISMO: Se informe sobre o profissional, se existem depoimentos  no site dele ou reviews em outros sites sobre ele, leia! Não deixe que seja seu único fator decisivo, claro. Mas se não o conhece, é bacana ler o que outras pessoas que trabalharam com ele tem a dizer sobre o profissional que ele é. E é bom saber que está contratando alguém que saiba o que está fazendo, que trabalhe com equipamento de qualidade e que trate o seu dia com o profissionalismo que merece. 
PERSONALIDADE: Com a facilidade de encontrar seu profissional e inúmeros portfólios online, recomendo sempre passar um tempo dedicado a encontrar o fotógrafo cujo lado artístico e personalidade bata com o que você está buscando (leia os blogs deles se tiverem um), e daí ir fazendo uma seleção até marcar um horário para conhecer ou conversar com o que você tiver mais interesse. Vale também perguntar as amigas que se casaram se elas indicam algum fotógrafo e o que elas mais gostaram ou não gostaram do profissional que escolheram. Ás vezes o que elas gostaram não é o que você está procurando. Mesmo assim, se o trabalho você admira, marque um encontro, um skype mesmo, para ver se vocês são um bom ‘fit’ (se vocês ‘combinam’) um pro outro.

O fotógrafo é quem vai estar com você a maior parte do tempo no dia do casamento. Nem o noivo tem esse privilégio! E não tem nada mais desagradável do que estar no seu dia mais especial com alguém que não te deixa confortável, não bata com o seu estilo e personalidade, concordam?!….. Mas como assim? Eu tenho que ser amigo do meu fotógrafo? Não necessariamente, mas eu por exemplo, sempre trabalho com clientes que me deixem confortáveis também, para criar minha arte e trabalhar para que o dia deles seja especialmente registrado. É importante escolher alguém que te deixe confortável porque isso reflete nas suas imagens finais! Simples assim. 

ESTILO: Hoje em dia você consegue encontrar fotógrafos por estilo. Se você vem de uma família tradicional, que goste de fotos tradicionais, talvez não seria a melhor opção contratar um fotógrafo com estilo fotojornalistico, etc. Lembre-se, você quem vai ter as fotos pra toda a vida, então escolha o que melhor combinar com SEU estilo.

O que está incluído?: Antes de assinar o contrato, pergunte e tenha certeza de que sabe exatamente o que estará recebendo pelo serviço. Álbuns, cópias digitais, discos, horas de cobertura, etc… Veja tudo antes para depois não precisar ter dor de cabeça por conta de mal entendidos. Fotógrafo escolhido, contrato assinado, é hora de (tentar) relaxar e ter confiança no fotógrafo, deixa-lo criar sua arte e sinta segurança de que foi a melhor opção que escolheu :). Só assim mesmo para ficar mais tranquila, e poder de verdade aproveitar o seu dia!

E quando encontrar o fotógrafo ideal, contrate-o antes que ele não fique disponível! Deixar para a última hora pode resultar em começar o processo todo de novo! Boa pesquisa!

Photos by: Martha Sachser Photographyy
Se tiver alguma pergunta, fique livre para perguntar e responderei assim que possível!


Veja também esses relacionados

Comente com o Facebook

Deixe seu comentário